Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

27 de março de 2006

Outono

As folhas caem, mas nós continuamos de pé.
Caminhando pelas florestas e celebrando em nossos bosques sagrados.
Mais um ano, mais um outono.
A roda da vida continua girando em seus ciclos intermináveis,
Mostrando a face da natureza em nós, como nosso ciclo é natural.
Como somos: árvores, folhas, bichos, pedras, água...
Enfim, somos vida, estamos vivos!
Nesta época do ano nos recolhemos e colhemos nossa farta colheita.
Pois trabalhamos duro plantando nossas sementes, cuidando de nossos campos, vigiando nossa plantação.
Agora é o momento de nossa recompensa, mas sabemos que o inverno está por vir...
E assim como nossos sábios irmãos roedores armazenamos nosso alimento e nossa fé,
Para que no frio ar do inverno tenhamos força para agüentar o que vier.
E assim neste equinócio agradecemos aos nossos Deuses, por tudo que conseguimos colher.
Agradecemos à Terra que tudo nos dá, e agradecemos por nossa força de ará-la.
Agradecemos pela chuva que molhou os nossos campos e pelo Sol que aqueceu nossas sementes.
Agradecemos pela noite que refrescou os campos,
E pelo vento que balançou nossas folhas, que agora caem e adubam nossa terra.
E aos que ficaram como cigarra apenas cantando, que os Deuses os protejam, por que o inverno não espera!

Amanda Areias

Com contribuição da autora.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial