Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

22 de agosto de 2007

Mudança, Medo, Asas e Morte

"A mudança é apenas o curso natural das coisas"

Alexandre Malhado


E nós, enrijecidos e cristalizados pelos conceitos que abraçamos, esquecemo-nos que o mundo dá volta e mesmo os conceitos aos quais devotamos nossas mais preciosas forças precisam ser revistos sempre que necessário, a fim de sermos mais fiéis a nós mesmos e. Entretanto, muitos preferem usá-los de escudo contra o novo a fazer com eles as asas que nos fariam livres.

E tudo por medo de voar.

E tudo por medo de cair e morrer.

E morremos, por medo.

E caímos... por medo.


Faça suas asas enquanto escuta "Miedo", cantada por Lenine e Julieta Venegas. Acompanhe a letra e o vídeo desta canção.

Marcadores:

4 Comentários:

Anonymous Erika disse...

"À minha frente, um abismo alucinante. À direita, um enorme buraco sem fundo. À esquerda, um despenhadeiro. E atrás de mim, o vazio absoluto...

Portanto, devo concluir que ainda estou no Pico."
Edson Mude Marques


"Dê um passo... vem...
Um passo à frente e me mostra seus olhos de abismo...
Seu salto é o que meus olhos procuram...

Pula!!!!"
erika murari machado - 07/08/07

Medo prá que? Voa!!!

Beijo. ótimo dia

22 agosto, 2007 08:01  
Blogger Melian Stern disse...

Interessante vc postar sobre medo e mudança! Cheguei a certas conclusões sobre eles nesse último domingo!!

Bjosss

22 agosto, 2007 19:53  
Blogger Su disse...

Às vezes ter medo é bom! Ele nos alerta!
Mas como tudo, limites são necessários!
Beijos

23 agosto, 2007 16:18  
Anonymous Cecilia disse...

A borboleta, com medo de voar, perde suas asas.

23 agosto, 2007 19:14  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial