Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

24 de janeiro de 2007

Sabão de Pedra de Óleo

Há algum tempo atrás surgiu uma discussão sobre formas de preservação da natureza e reaproveitamento, especificamente, do óleo de cozinha que jogamos fora e é extremamente poluente. Desta discussão resultou uma busca pela receita de um sabão que reaproveitasse esse óleo e, finalmente, eis a receita!

Cuidados Prévios

— Escolha um local bem arejado para fazer o sabão. A soda cáustica é um reagente químico perigoso, também chamada de hidróxido de sódio (NaOH), e por ter um ph tão básico, ela é corrosiva e volátil (torna-se gás muito facilmente, e este gás é tóxico) entre partes, então use uma máscara e luvas de borracha, principalmente se estiver em recinto pouco ventilado.

— Caso haja contato da soda com a pele aplique imediatamente vinagre! Sim, vinagre mesmo, pois ele é um ácido chamado ácido acético, que quando misturado a uma base (a soda) transforma-se em água e em algum tipo de sal, neutralizando um os efeitos do outro.
Em seguida lave bem as mãos e qualquer outra parte afetada.


Ingredientes Necessários

— 5 litros de óleo comestível usado
— 2 litros de água
— 200 ml de amaciante
— 1 Kg de soda cáustica (NaOH)

Modo de Preparo

Coloque água para ferver e, enquanto isso, misture o óleo e a soda cáustica. Em seguida, coloque cuidadosamente a água fervente e mexa.

Adicione o amaciante e mexa mais um pouco para deixar a mistura bem homogênea. Jogue a mistura em uma forma e espere secar.

Corte as barras e pronto! Você fez um sabão ecologicamente correto!

DICA: o sabão fica melhor depois de bem curtido, então deixe as pedras repousarem por alguns dias antes de usá-las; Quanto mais tempo, melhor fica o sabão.

E nunca é demais lembrar:

Soda cáustica provoca queimaduras!
Todo cuidado é pouco!



Quanto à música, depois de desistir de perguntar pras pessoas ao meu redor sobre qualquer outra música relacionada com sabão, eu me rendo e já estou escutando também "Sabão Crá Crá", regravada e imortalizada (e põe inesquecível nisso, ninguém lembrou de nada mais!) pelos Mamonas Assassinas. Acompanhe a letra pelo próprio link.


Receita extraída e adaptada a partir da postagem de Cadu Chimim na comunidade da Escola Gergóvia de Druidismo, no Orkut.

Com agradecimentos a Fernanda Roman pela receita e a Cadu Chimim por ter disponibilizado sua versão original.

Marcadores:

5 Comentários:

Anonymous Nanda disse...

Olá!!!!
A musica eh boa... Devemos nos render msmo...Afinal, ehengraçada e nos faz esquecer um pouqco as atribulações diárias... Tenho q confessar q tb foi a primeira q veio a minha cabeça...
Ah! Belo post... Obrigadinha por postar a receitinha... É Importante q saibamos como preservar a natureza... Se cada um fizesse sua parte td seria mt mais fácil...Bjks

25 janeiro, 2007 01:07  
Anonymous Hanne disse...

Huahuahua! ESSA eu tinha o que falar.
COMO ASSIM NÃO TEM MAIS MÚSICA COM SABÃO?
Vai aí uma que eu lembrei...

Seu Sabão
Marina Lima
Composição: Djalminha

Ele é o meu homem
Me deu seu nome
Quando dele me tornei mulher
Ele me beija, me aperta,
Com carinho me desperta,
Faz de mim o que bem quer.
Sou seu sabão, sou seu denguinho,
Sou seu cheiro, seu carinho
E tudo o que ele quer
E até meu nome é flor, é rosa,
É onça, é cobra venenosa
Para o que der e vier
Me arrepio feito gata
Quando sinto as suas patas
No meu corpo desnudado
Se é depois de forte briga
O nosso amor parece intriga
De gemidos no calado
Ele me afaga,
Eu gemo e grito,
Torno o dito por não dito
E me sinto mais mulher
Quando em seus braços ele me pisa
E com seus beijos me agoniza:
Quem ama atura o que vier.

25 janeiro, 2007 13:23  
Anonymous Hanne disse...

E fazendo uma pesquisinha na net... uma mais trash do que o sabão cracrá dos mamomas...
Essa é da Eliana...

O Sabão
Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar

Eu sou o sabão
Inimigo da sujeira
Inimigo do Cascão
Irmão do sabonete
Colega do esfregão
Primo da pasta de dente

Eu sou o sabão
Pra tirar o seu chulé
Vou limpar bem o seu pé
Seus dedinhos um por um
Lavo embaixo do seu braço
E também o seu bumbum

Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar o seu bumbum
Bum, bum, bum
Vou limpar

25 janeiro, 2007 13:24  
Blogger Tatiana Mamede disse...

Adorei isso! Kd a gêmula, Malhado? Vamos juntar-nos e fazer!!!!

Beijo!

25 janeiro, 2007 18:23  
Anonymous Danielle disse...

Olá boa tarde, sou Danielle e estou no 4° ano de Agronomia, gostaria de saber como podemos aproveitar o óleo de cozinha para fazer sabonete e não sabão.
Por favor se puder me ajudar, made-me um email para daniellegobatto@hotmail.com

05 fevereiro, 2007 14:08  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial