Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

31 de julho de 2006

O Som do Silêncio

Prestar atenção às letras das músicas que escutamos deve ser, no caminho de um Bardo, um exercício constante. A letra desta dá o que pensar e tem muito a ensinar, baseado no que tenho escrito, principalmente nos últimos dias.

Escute o que ecoa no som do silêncio e, se quiser, tire suas conclusões com base no que tenho ecoado através dos textos anteriores.

The Sound of Silence

Hello darkness, my old friend,
I've come to talk with you again,
Because a vision softly creeping,
Left its seeds while I was sleeping,
And the vision that was planted in my brain
Still remains
Within the sound of silence.

In restless dreams I walked alone
Narrow streets of cobblestone,
'Neath the halo of a street lamp,
I turned my collar to the cold and damp
When my eyes were stabbed by the flash of a neon light
That split the night
And touched the sound of silence.

And in the naked light I saw
Ten thousand people, maybe more.
People talking without speaking,
People hearing without listening,
People writing songs that voices never share
And no one dared
Disturb the sound of silence.

"Fools" said I, "You do not know
Silence like a cancer grows.
Hear my words that I might teach you,
Take my arms that I might reach you."
But my words like silent raindrops fell,
And echoed
In the wells of silence

And the people bowed and prayed
To the neon god they made.
And the sign flashed out its warning,
In the words that it was forming.
And the sign said, "The words of the prophets are written on the subway walls
And tenement halls."
And whisper'd in the sounds of silence.


Letra: Paul Simon.

Escute a versão original na voz de Simon & Garfunkel.
Conheça também a tradução desta canção.

5 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Excelente postagem, bruxinho...

Quantas mensagens são passadas para nós através de varias formas, além das músicas e, tantas vezes, nos passa em branco... Prestar atenção, ler e ouvir, são hábitos que se não forem constantemente praticados por todos aqueles que decidem seguir por uma senda mística, dificilmente conseguirão chegar a algum lugar. Que tal experimentar, depois de ouvir a som do silêncio, escutar a voz do coração???

Parabéns, mais uma vez, bruxinho!!!

Bia

31 julho, 2006 20:39  
Blogger Tatiana Mamede disse...

O meu silêncio, repleto de significado e carinho, para vc, querido amigo.

Beijos.

01 agosto, 2006 09:34  
Blogger Pedro Ivan disse...

pow =P musica bonita (a letra principalmente)

as músicas podem passar muito para nos, mas nada como o simples silencio do mundo (e mesmo assim insistimos em falar, e falar, e falar, e escrever e escrever.... deve ser para suportarmos a sensação do silencio, aquele vazio pesado e conselheiro)

01 agosto, 2006 15:26  
Blogger Tami Fada disse...

=D
Belíssima música!!!

Adorei Malhado!

Vc tem bom gosto não?!

^^
Beijos Druida...

Se cuide!

01 agosto, 2006 18:54  
Anonymous ashore angel disse...

Linduuuuuuuuuuuu!!!O som do silêncio,vc tá cada dia mais phoda!!!perdoe a palavra xula,mas naum tem como!Os poucos fazem a diferença,e é disso que precisamos,já disse aqui e volto a repetir,essa semente tá crescendo,lentamente,mas com raízes fortes,isso é muito importante.
Adorei o post!!!bjs em seu nobre coração!!!Malhadilto!

07 agosto, 2006 00:06  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial