Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

26 de abril de 2007

Hoje Recebi Flores

Não é o meu aniversário ou nenhum
outro dia especial; tivemos a nossa primeira
discussão ontem à noite e ele me disse muitas
coisas cruéis que me ofenderam de verdade.
Mas sei que está arrependido e não as disse
a sério, porque ele me enviou flores hoje.
E não é o nosso aniversário ou
nenhum outro dia especial.

Ontem ele atirou-me contra a parede e
começou a asfixiar-me. Parecia um pesadelo,
mas dos pesadelos acordamos e sabemos
que não são reais. Hoje acordei cheia de dores e
com golpes em todos lados.
Mas eu sei que ele está arrependido, porque me
enviou flores hoje. E não é Dia dos Namorados
ou nenhum outro dia especial.

Ontem à noite bateu-me e ameaçou matar-me.
Nem a maquiagem ou as mangas compridas
poderiam ocultar os cortes e golpes que me
ocasionou desta vez. Não pude ir ao emprego
hoje porque não queria que percebessem.
Mas eu sei que está arrependido porque ele
me enviou flores hoje. E não era Dia das Mães
ou nenhum outro dia especial.

Ontem à noite ele voltou a bater-me,
mas desta vez foi muito pior. Se conseguir
deixá-lo, o que é vou fazer? Como poderia
eu sozinha manter os meus filhos?
O que acontecerá se faltar o dinheiro?
Tenho tanto medo dele!
Mas dependo tanto dele que tenho medo
de o deixar. Mas eu sei que está arrependido,
porque ele me enviou flores hoje.

Hoje é um dia muito especial:
É o dia do meu funeral.
Ontem finalmente conseguiu matar-me.
Bateu-me até eu morrer.

Se ao menos eu tivesse tido a coragem e a
força para o deixar... Se tivesse pedido ajuda
profissional... Hoje não teria recebido flores!

Autor Desconhecido


O maior combustível para o abuso é o silêncio. Nossa omissão, o descaso com nosso próprio futuro e o apego a algum fio de "segurança" devido ao medo de lutar por uma vida melhor.

Nem tudo o que é certeza é o adequado para nós. Então pense a respeito das suas certezas e veja se elas são ou não suas verdades pois, se quando forem verdades já merecem questionamento, quando não o são merecemos buscar novos horizontes, mesmo que não saibamos o que nos espera além da próxima curva.

E isso não vale apenas para as mulheres vítimas da violência, mas para todos os que sofrem qualquer tipo de agressão, seja ela verbal, física, cultural, religiosa, moral ou auto-imposta.


Descubra suas verdades enquanto escuta "What Else is There", cantada pelo Röyksopp. Acompanhe ainda a letra, a tradução e o vídeo clipe desta música, e depois vá à luta!

Com agradecimentos a Fatima Mara pelo texto e pela Inspiração.

Marcadores: , ,

2 Comentários:

Blogger Tami Fada disse...

=s

Bem que você disse mesmo...

...
Difícil enxergar o óbvio, estando "dentro" de uma cena...
A maioria, que geralmente não consegue, apenas vê claramente quando sai desta cena (sai de alguma forma) e tem uma visão mais ampla, de todo o acontecido...

O ploblema é justamente este, demorar tanta para sair da cena, e ser tarde demais...
=/

(vou ver o clipe! ;))

Beijos bardo!
ha!
E grata pelo Oi!
Fez-me bem.. =D

26 abril, 2007 19:13  
Anonymous Edson Marques disse...

Aqui sempre tem coisas belas!


Abraços, estrelas e... flores!

26 abril, 2007 19:55  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial