Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

13 de julho de 2007

O Bardo

Um Bardo aprende a amar embalado pelas batidas do próprio coração. Entorpece-se contando histórias que transcendem a linha do tempo para dançar com sua pena no ritmo dos versos que entoa, e celebra cada encontro com a mesma intensidade que saboreia a solidão de um momento.

Brilha com o espanto das descobertas que faz, e traz nas veias sentimentos genuínos capazes de Inspirar a alma de quem os vislumbre, pois a cada passo aprende a tocar a alma de quem encontra pelo caminho com o mesmo cuidado e precisão de quem ajuda uma mãe a dar a vida a uma criança.

E assim, parturejando em versos e contando histórias, tornar-se ele mesmo a poesia, a canção, a lenda e o mito.

E brilha.


Alexandre Malhado


Encontre seu brilho ao som de "The Bard's Song" em sua versão original cantada pelo Blind Guardian ou assista ao vídeo onde ela é entoada pela platéia num de seus shows. Acompanhe a música com estas letra e tradução ou pelo texto em que bloguei esta canção pela primeira vez, onde há ainda o vídeo clipe original.

Com agradecimentos a Edson Marques pela Inspiração.

Marcadores:

9 Comentários:

Anonymous Edson Marques disse...

Malhado,


eu sempre me encanto ouvindo as Vozes do Bosque Sagrado.


Teu texto de hoje foi inspiradíssimo!

Delicioso de ser lido e marcante.

E a música, agora insquecível.

Abraços, flores, estrelas...


.

13 julho, 2007 08:38  
Anonymous Ciça disse...

Amei meu querido Bardo!
Perfeita e poética descrição de um ofício.

Bjs

13 julho, 2007 12:32  
Anonymous Edson Marques disse...

Bardo,




Tua modéstia só é menor que teu talento.


Você é que me inspira!


Abraços, flores, estrelas...

13 julho, 2007 16:12  
Blogger Melian Stern disse...

Lindooooooooooooo!!! É por isso q adoro lhe dar presentes, como a caneca de ontem, é uma forma singela de agradecer aos Deuses a oportunidade de te escutar e compartilhar momentos com vc!!

PS: Pq será q ao notar do q se tratava o texto tive a impressão de q a música sugerida seria The Bard's song?!!!

Bjos

13 julho, 2007 17:28  
Blogger Tatiana Mamede disse...

Bardo, empresta à humanidade o teu ouvida e ela lhe suspirará a história do Tempo.

Empreste à ela a tua boca, e dela sairá, dos humanos, o hino.

Beijos tio Alhado!

16 julho, 2007 04:49  
Blogger Pagan Love Songs disse...

Muito bom o texto!!!
Inspirador, de verdade!
É maravilhoso o dom de contar história, transmitir mensagens.

E você possui grande impacto verbal, usando simples palavras.
Parabéns pelo texto!

Grande abraço!
Gabriel.

16 julho, 2007 15:20  
Blogger Diannus do Nemi disse...

O Bardo...

Aquele que nos faz deitar os olhos e ouvir a vida.

Que belo site! Posso add nos meus relacionados? Abraço!

17 julho, 2007 14:50  
Blogger Bia disse...

Logo que saí da sala de parto, o anestesista que esteve comigo durante toda a cesariana me falou:
- mantenha seu filho sempre perto do seu coração... durante todos esse 9 meses de vida foi o único som que ele ouviu. É o som que o faz sentir-se seguro porque, verdadeiramente, é o unico que ele conhece....

Mais tarde, perdemos o contato com esse divino som e nos envolvemos com vários outros, inclusive o do nosso coração; o unico que verdadeiramente norteia os nossos caminhos, como fez o coração de nossa mãe qdo nascemos....

18 julho, 2007 17:03  
Blogger Tami Fada disse...

HUmm...
=)

E eu, diante de tantos aplausos, só tenho que aplaudir mais e mais!!

plac plac plac

Teu brilho irradia, até mesmo a milhares de quilômetros de distância...

20 julho, 2007 01:49  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial