Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

1 de junho de 2006

A Marcha

Vejo pessoas posando seriedade, fingindo maturidade, decidindo suas possibilidades.
Vejo pessoas seguirem na direção oposta à que suas almas clamam, confiantes.
Vejo pessoas sorrindentes enquanto avançam, definhando a cada passo sem o perceberem.

Ouço o grito de suas almas, pedindo que sigam o simples sorriso da suas infâncias.

Quase nenhum dos que se arrastam pelo caminho parece ter ouvidos para escutar.
Quase ninguém escuta os berros atormentados que ouço. É como se não estivessem ali.
Quase ninguém se importa em olhar para trás e ver a si mesmos gritando, já ao longe.

E vejo o riso em seus rostos definhar num tenebroso semblante de glória e confiança.
E eles não enxergam nem escutam mais. São apenas sombras, vazias e mortas.

E acompanho com os olhos arregalados a marcha vazia das sombras rumo ao horizonte...
Só então olho para os lados e vejo que poucos restaram. Quase todos se foram.

E os que ficamos agradecemos aos Deuses por não estarmos mais sós.
E celebramos estarmos vivos e estarmos juntos, enquanto comtemplamos o nascente.


Com agradecimentos a Pedro Ivan pela Inspiração.

5 Comentários:

Anonymous Mel disse...

O Tártaro...

01 junho, 2006 03:12  
Anonymous Pedro Ivan disse...

"E vejo o riso em seus rostos definhar num tenebroso semblante de glória e confiança."

mais uma frase do blog anotada no meu conjunto de "bons pensamentos"

pensar bastante sobre esse texto o.o

01 junho, 2006 12:48  
Anonymous ashore angel disse...

Também sinto pena dessas pessoas,tenho uma ao meu lado,que apesar de todos meus esforços,ñ consigo demovê-la um milimitro do lamaçal em q. ela está,mesmo assim ñ desisto e insisto, um dia...vou ver se consigo fazer ela ler seus textos!realmente são muito inspiradores!vcs tem asas na mente capazes de nos elevar a alturas inimagináveis!!!É pra pensar muito...

01 junho, 2006 18:22  
Anonymous Pedro Ivan disse...

ashore, estenda sua mão, mas talvez esta pessoa ache o mesmo que você, sobre você, ou talvez não seja o caminho dela...

qnd eu era pequeno, minha mãe me disse algo que vai ser sempre guardado "filho, você pode estar sentado no meio fio (estávamos caminhando, passando pela estrada) de uma estrada deserta sentado, você vai estar aprendendo"... isso nunca me saiu da cabeça ^^ os textos são grandes inspirações, mas se esta pessoa não quer se mover, o que você pode oferecer é tua amizade ^^

muitos consideram o paganismo como algo pouco evoluído (este muitos me incluía em alguns pontos... mas agora que comecei a estudar, comecei a ver conceitos que me fazem mais sentido do que os outros que tive antes) ^^ cada um com seu tempo...

01 junho, 2006 20:03  
Anonymous Ashling disse...

Quantas pessoas passaram, passam e passarão por nossas vidas?
São tantas que muitos nem recordamos, seus nomes, mas jamais esquecemos o q nos fizeram sentir.
Uns, transformaram nossas vidas, outros tiveram a vida transformada por nós, e neste ciclo continuo de ir e vir, ensinamos e aprendemos em um ritmo constante, e muitas vezes só percebemos isso, anos depois.
Muitos se perdem pelo caminho; o nosso caminho, outros se encontraram e hj se manter ao nosso lado.
Os que se perderam, ñ conseguiram aprender a transitar neste caminho de beleza, arte e sabedoria, mas encontraram outro, o seu próprio caminho...
Mas a marcha segue sua estrada, onde muitos nem conseguem chegar, outros se perdem e os poucos q se encontram, caminham juntos, mesmo distantes.

Bjokas

02 junho, 2006 16:08  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial