Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

18 de maio de 2007

Como Você Pulsa?

Borboleta num cubo de gelo.  Foto por Biwa Inc.
"Um dia precisei libertar-me,
e pensei que iria pegar fogo.

Sou exagerado. Tornei-me fogo
e jamais voltei a esfriar".

Alexandre Malhado



Poucas vezes paramos para realmente analisar quem somos. No máximo limitamos nossas reflexões a nos atribuir qualidades que nos enalteçam ou nos joguem mais fundo em algum poço no qual decidimos nos enfurnar. Narcisistas ou depressivos, raramente chegamos mais perto de saber quem somos e sempre estamos trabalhando as máscaras que gostaríamos de usar ou reforçando a estrutura daquelas que já usamos.

Duas coisas me definem: a tempestade e o fogo. Neles eu reconheço as maravilhas com as quais sou beneficiado, mas é principalmente através de cada um que eu vejo o poder destrutivo o qual me é inerente e o quanto alguns aspectos da minha personalidade precisam ser trabalhados ou já progrediram suficientemente bem até o momento.

Analisar-se é isso: utilizar-se das máscaras que utilizamos e dos aspectos com que nos identificamos para então nos conhecermos melhor e, a partir daí, descobrirmos nossa energia de modo mais consciente e afinado com quem realmente somos. Depois é só pulsarmos de acordo com ela.

Então, seja você o fogo ou o gelo, a tempestade ou a primavera, seja sempre que possível você mesmo, e pulse conforme as batidas do seu próprio coração. Com o tempo, não haverá mais lugar para máscaras que não sirvam na sua face, e as restantes serão apenas instrumentos de convivência com esse mundo às vezes tão diferente do que somos, mas onde é necessário estarmos.


Conheça o "Fogo" em uma de suas manifestações através dos acordes do Capital Inicial. Acompanhe a letra e não deixe de conferir também o vídeo clipe desta canção.

Com agradecimentos a Clara Temporal pela Inspiração.

Marcadores: , ,

5 Comentários:

Blogger Clara disse...

Explêndido! Magnifico!

Existem as máscaras para convivência e existem aquelas que as pessoas usam para obter algum benefício.
Gosto de acreditar naquelas de convivência, do respeito mútuo porém precisamos sempre estar preparados para os outros.

Gostei da sua definição: "tempestade e fogo". Ambos fortes e devastadores, mesmo na metáfora!! ;)

18 maio, 2007 16:30  
Blogger Melian Stern disse...

Ameiiiiii o post!!!! Tanto as post qto a foto da borboleta me remeteram ao meu sonho com as borboletas.

Com certeza voltarei para comentar mais, após refletir mais sobre o post e o meu sonho.

Cada dia mais gosto dos seus posts!!!

Bjosssss

18 maio, 2007 17:39  
Blogger SamNinfaLua disse...

Ok! Entendí o recado! Preciso mesmo cada vez mais, ser eu mesma e dançar conforme a música interior. E desta forma, poder lidar com as modificações externas inevitáveis desta louca vida!!!!!
Ótimas palavras Malhado! Vieram a calhar rsss
Já estava com saudade de passar por aqui rss
BJOK! Querido!

18 maio, 2007 21:28  
Blogger Tami Fada disse...

Um texto muito propício, para um momento muito preciso...

Reflexões querido bardo!
E eternas reflexões tomam conta de mim, neste nublado dia (nas bandas de cá!)...

Grata pela ajuda, "indireta"...

Um grande BEIJO!

19 maio, 2007 17:09  
Blogger Luciana Onofre disse...

El fuego me consume porque olvidaste mi cumpleaños!!!

21 maio, 2007 17:36  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial