Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

16 de maio de 2007

Feitiço, Magia, Rio e Raio

"Um rio não sobe uma montanha. Um feitiço também não.
Ele é como a água num rio, e a magia sempre segue o curso mais fácil".

Cecília Lóes



É fabuloso o quanto as possibilidades nos saltam às vistas e à mente quando começamos a estudar magia. Somos tomados por um sentimento quase que de onipotência, e o mundo nos parece um grande playground cheio dos mais fantásticos brinquedos para nosso bel-prazer. Só que não é assim que as coisas funcionam.

Magia é um assunto bem mais sério do que as pessoas costumam tratar, e utilizada sem responsabilidade ela é uma ferramenta perigosíssima, pois continua funcionando independente do grau de consciência de quem a utiliza. Afinal, ela é baseada na vontade, e não no quão espiritualizado alguém seja. Aliás, este é o primeiro grande "erro" no como vemos os magistas ainda hoje, e parte importante de seu marketing pessoal. Afinal, como em geral quem lida com magia tem um conceito extremamente exacerbado a respeito de si mesmo, nada mais natural que se achem seres superiores e mesmo mais espiritualizados que o resto da humanidade.

Só que as coisas também não são assim, e espiritualidade não tem nada haver com a vontade pessoal ou como alguém a utilize para interagir com as forças naturais. Portanto, um feitiço que dê certo não diz que você está mais perto ou mais longe dos Deuses, e sim o quão bem você consegue utilizar essa energia que nos cerca.

Falando especificamente das religiões pagãs que lidam ativamente com magia, como é o caso do Druidismo, e sem esquecer das religiões neo-pagãs que enveredaram fortemente nesta direção, é muito importante que você sempre verifique como anda o enfoque da sua prática, para nem cair na lábia de pessoas que apenas querem utilizar a sua energia em favor próprio nem tornar-se um deles, pois qualquer uma dessas opções o afastará dos mesmos Deuses dos quais você deseja se aproximar.

Por quê? Porque para nos utilizarmos da magia e ao mesmo tempo seguirmos uma senda espiritual precisamos ser donos de nossos atos, responsáveis por cada uma de nossas ações e conscientes de que as suas conseqüências nem sempre serão previsíveis ou agradáveis como gostaríamos que fossem. Afinal o fluxo da magia segue sempre pelo caminho de menor resistência, como um rio que contorna a montanha ou um raio que rasga os céus desde uma nuvem até a terra, e a melhor forma de utilizá-la de forma responsável é jamais esquecermos de que seremos meros aprendizes de sua lógica por toda a vida, e nunca teremos aprendido o suficiente sobre seus meandros.


Conheça a sua magia não em grimórios, mas através do som da música "Total Eclipse of the Heart", magicamente cantada por Bonnie Tyler. Acompanhe ainda a letra, a tradução e o vídeo clipe desta canção.

Marcadores: , , , , ,

5 Comentários:

Blogger Melian Stern disse...

Excelente texto!!!! Se todos os seres humanos, mesmo aqueles que ñ são pagãos, tivessem a real noção da repercusão da força de seus desejos, das duas uma, ou seríamos bem mais responsavéis ou já estaríamo, extintos por ter utilizado os desejos exclusivamente para o mal. É de extrema importância ter responsabilidade com o que se deseja, pois os desejos não deixam de ser uma maneira de se fazer magia!!!!!!

Bjosss

16 maio, 2007 16:40  
Blogger Nika® disse...

Saudades!!!


Amei o texto!

16 maio, 2007 17:33  
Blogger Augusto Kurt TMW disse...

caraca! limpa o limo do braço pq vc foi buscar nas profundesas essa música/clipe! =P

16 maio, 2007 18:52  
Blogger Clara disse...

Alexandre,

Não sei se és "candango"... se for, serás meu conterrâneo.

O texto é interessantíssimo, faz pensarmos o quanto temos poder e muitas vezes desperdiçamos em coisas banais, desnecessárias.

A música é sensacional! Flashback!! ;)

Abraços

17 maio, 2007 05:36  
Blogger Su disse...

Algumas magias são para o bem! Afinal não somos seres tão mals assim...
Desejos podem ser passageiros tb! Daí é necessário lembrar que passageiro paga sua viagem!
Como toda ação tem uma reação, sigamos em frente rumo à consciência. Que tal?
Beijos

PS: tô estudando...

17 maio, 2007 11:07  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial