Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

28 de setembro de 2007

O Prelúdio da Batalha

É tempo de guerra, e uma brisa suave com cheiro de morte se aproxima. Espadas em riste, escudos a postos, levantamos os olhos e miramos o horizonte cinzento e vazio.

Não há medo em nossos olhos, e ainda não há ninguém à vista, mas os corvos de Morrigu já vieram ter conosco e trouxeram a mensagem de que a batalha é iminente.

Labaredas crepitando em lugares distantes iluminam o céu de toda esta terra...

Sabemos, é tempo de verter e fazer verter sangue. É tempo de glória, tempo de lágrimas, de vitória e da dança de Taranis.

Um grito. Trombetas. Bandeiras ao alto. Começamos a caminhada rumo ao nosso destino.


Alexandre Malhado


Entre no clima escutando deste texto escutando "From The Inside", berrada a plenos pulmões pelo Linkin Park. Acompanhe a letra, a tradução e o vídeo clipe desta canção.

Dedicada a todos os guerreiros em alma.
Que haja paz.

Marcadores: ,

6 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dragão

28 setembro, 2007 15:58  
Blogger Diannus do Nemi disse...

.

Entre os romanos um bom presságio seria ver um lobo passando...

Será que aparece?

Abençoado sejas.

.

28 setembro, 2007 19:48  
Anonymous rafael ocult disse...

dizem q calvice eh sinonimo de sabedoria,

ja ta careca tio ?

29 setembro, 2007 11:13  
Anonymous Erika disse...

:o( ai, chega de guerras

beijo

29 setembro, 2007 13:12  
Blogger Su disse...

Necessárias são as guerras!
Opa, são mesmo?

29 setembro, 2007 21:59  
Anonymous Koppe disse...

"Quando nas rodas de mate
Sinto a querência reunida
Ao ver a cuia estendida
Num gesto amigo e simplório
Neste xucro ofertório
Entendo melhor a vida

Quando vires pelo pago
O ritual do chimarrão
Unindo patrão e peão
Reze pra que a humanidade
Partilhe desta igualdade
Em campeira comunhão

Seiva verde, mate é vida
Passando de mão em mão
Ora amargo, ora doce
Cevado no coração

Se os senhores da guerra
Mateassem ao pé do fogo
Deixando o ódio pra trás
Antes de lavar a erva
O mundo estaria em paz!"


(Silvio Genro)

01 outubro, 2007 00:45  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial