Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

2 de abril de 2007

Imagina

Imagina uma semente... Imagina um chão... Imagina uma nuvem... Imagina um trovão!
Imagina uma chuva... Imagina um sol... Imagina uma brisa... Imagina um caracol...
Imagina um tempo... Para que possamos organizar tanto imaginar! De onde se descobre no final que só precisava de um bastar!
Imagina um sorriso... Imagina um olhar... Imagina uma lágrima... Imagina um acenar...
Imagina um abraço... Imagina uma palavra!...Que por toda vida se fez esperar,
Por vontade, por querer nela acreditar!...Imagina um céu... Imagina uma estrela...
Imagina um gritar!...Imagina um sentimento... Imagina uma vida... Imagina outra vida...
Imagina um encontrar!...Unindo-se a uma só existência!Girando no espaço em constante rotação! Preza em uma esfera de emoção! Numa procura
Incessante de prazer e emoção! Doando-se sem nunca se cansar
Mesmo que tendo de sonhos se alimentar!...Imagina um rio...
Imagina um desabar... Imagina um arco-íris... Imagina um vento a soprar...
Imagina um dia... Imagina um céu estelar... Imagina um inicio...
Imagina um meio... Imagina um parar... Sem ter um fim,
Pois não coube ser descrito por desde o começo não poder constar!
Tornando tudo em aventura um só imaginar!
Falando de uma tal solidão que chegava sem rumo e de tudo já ia se apossar,
Transformando em um nada que não se permite deixar bastar!
Imagina um corpo... Imagina uma mente... Imagina um coração... Imagina não pensar...
Imagina não querer... Imagina a si mesmo abandonar!
Pois a alma senhora de nos somente ela sobrevivera.
Imagina então... Imagina tudo que iria restar... Imagina ter valido a pena...
Imagina nada deixar... Imagina um bastar... Imagina um oceano... Imagina um reencontrar... Imagina uma montanha... Imagina um quebrar... Imagina uma imagem...
Imagina um criar... Imagina uma ilusão... Imagina um falar... Imagina um sair...
Imagina um não voltar... Imagina ganhar asas!...Imagina para as alturas voar! Disputar
Corrida com o vento! Entre nuvens brincar! Esquecer desse mundo! Não ter pressa nem
Hora marcada para voltar! Imagina uma canção... Imagina um soluçar... Imagina um pedido... Imagina um livrar... Imagina um vazio... Imagina um colocar... Imagina um cheiro!...Imagina um agradar... Imagina um contentamento... Imagina um passar...
Imagina uma noite... Imagina um luar... Imagina uma estação... Com mês, hora, para terminar para no ano seguinte tudo recomeçar! Imagina... Imagina!...E só imaginar!

Zilda Santos


Navegando pela Internet deixei-me levar a uma página onde havia esta poesia. Devaneando enquanto surfava pelo oceano digital, deparei-me com este convite à imaginação.

Imagine você também, saboreando a canção homônima "Imagina", declamada por Chico Buarque e com participação de Paula Morelenbaum. Acompanhe a letra pelo próprio link e assista também ao vídeo clipe.

Marcadores:

1 Comentários:

Blogger Augusto Kurt TMW disse...

só para não ficar com 0 aqui. xD

eu já tinha lido mas não tive tempo de comentar... imagina uma correria grande na semana passada...

abraço!

09 abril, 2007 01:30  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial