Nome:
Local: Brasília, DF, Brazil

Bardo da Ordem Druídica Vozes do Bosque Sagrado.

31 de maio de 2007

Sacerdócio e Comunidade

Não há sacerdote sem povo. Esta é a realidade que o Druidismo propõe a quem se enverede pelas suas trilhas; algo que não deve jamais sair da mente de quem se proponha a cuidar de um povo ou, em termos simples, tornar-se sacerdote.

Primeiro é necessário entendermos o sacerdócio como um trabalho contínuo, um comprometimento diário e um serviço em tempo integral dedicado não apenas às pessoas das quais cuidamos, mas aos Deuses, pois a cobrança virá não apenas dos estiverem à nossa volta e dos que nos vigiarão, mas Deles, com Os quais é firmado tal compromisso1.

Então, quando poderemos saber se é o momento de buscar um sacerdócio dentro do Druidismo? A resposta divide-se em duas partes e é apenas uma, mas a chave está na primeira parte dessa resposta, ao compreender o que é uma comunidade druídica e como ela se constitui.

Uma comunidade druídica é um grupo social irmanado pelo mesmo legado cultural, histórico e religioso: o Druidismo. Nela a vivência religiosa e a convivência social são promovidas tanto por iniciativa dos próprios membros quanto através de eventos realizados pelos sacerdotes por ela responsáveis, como festivais, cursos e palestras, entre outros. Cabe ainda aos sacerdotes prestar qualquer o auxílio necessário no âmbito espiritual a seus membros.

Mas uma comunidade não é um clube. Não é algo fechado e restrito a quem seja aprovado como uma fraternidade, uma escola de mistérios ou algo análogo a um coven wiccano. Este aspecto fechado restringe-se, no Druidismo, às Ordens, por serem responsáveis pela formação dos sacerdotes. Portanto, uma comunidade está muito mais próxima do conceito de tribo, vai muito além do corpo sacerdotal de nossa fé, e a melhor forma de compreender sua estrutura social está em estudar como vivia o povo celta. Para esse fim sempre recomendo começar pelo livro "Os Celtas", de Robin Place (Editora Melhoramentos, Coleção "Povos do Passado"), por ser uma leitura simples, didática e, embora seu texto já esteja um tanto datado, capaz de nos dar uma excelente visão geral do que tenha sido a sociedade celta.

Uma dica importante: enquanto estuda, não pense sequer por um momento que uma comunidade será – ou viverá – hoje em dia como era a sociedade celta naquele tempo, pois o mundo mudou, e adaptarmos nosso modo de vida a essas mudanças é simplesmente parte de um processo natural necessário não apenas à sobrevivência, mas à manutenção de nossa sabedoria como algo atual e válido para as gerações que chegam. Assim, os valores éticos e morais pelos quais norteamos nossa existência não deixarão de existir, mas apenas serão transmitidos aos que chegam, por nascimento ou identificação, numa linguagem que todos possam assimilar em suas vidas.

Por fim, munido dessa informação, chega a hora de conhecer a segunda parte dessa resposta, algo que apenas você será capaz de lhe dar. Para tanto, responda-se o quanto você é capaz de doar-se por uma comunidade, independente de gostar ou não de um ou outro membro dela, pois seus sentimentos pessoais não contarão quando o trabalho for realizado em nome dos Deuses. Então você terá a resposta.

Assim, a solução que posso dar sobre ser ou não tempo de alguém assumir um sacerdócio é a seguinte: quando ele lhe for tão confortável quanto deve ser a idéia de fazer parte de uma família e por ela estar apto a fazer inúmeros sacrifícios, então seu tempo haverá chegado.

1 – A este respeito leia o texto publicado no dia 30-05-2007, "Compromisso e Sacerdócio".


Feche os olhos e ouça o "Canto de Um Povo de Um Lugar" chegar à sua alma na voz de Caetano Veloso. Acompanhe a letra e delicie-se também com um vídeo desta canção.

Com agradecimentos a Ana Cláudia pela música, e dedicado especialmente a todos os que formam hoje, ontem e amanhã, a Comunidade Vozes do Bosque Sagrado, pela qual sou um dos sacerdotes responsáveis.

Marcadores: , , , , , ,

1 Comentários:

Blogger Nil Tojal disse...

olha que bacana .. agora o orkut adc feeds tb ... e consegui colocar o do seu blog la... agora quem acessa meu perfil tb pode ver seu blog e eu tb posso ficar atulizado com seus posts... abraços para vc ferinha

02 junho, 2007 20:44  

Postar um comentário

Links para este texto:

Criar um link

<< Voltar à página inicial